top of page

Lei Paulo Gustavo - Rio do Sul: relações finais de habilitados contam com 40 projetos, em 2 editais

A divulgação do resultado final com as listas de contemplados será em 28 de novembro




O processo de conferência de solicitações de recursos da Lei Paulo Gustavo Rio do Sul - Edital de Chamamento Público nº 10/2023 Audiovisual e Edital de Chamamento Público nº 11/2023 Demais Áreas Culturais foi realizado pela Comissão de Acompanhamento e Execução de Projetos – CAEP em ato público, na Videoteca da Fundação Cultural, no dia 14 de novembro de 2023.


Dos 44 projetos inscritos no total, as relações finais contam com 25 habilitados no edital 10/2023 Audiovisual e 15 habilitados no edital 11/2023 Demais Áreas Culturais.



Com as relações de habilitados nos dois editais, de 15 a 20 de novembro ocorrerá a avaliação de mérito pela Comissão Temporária de Avaliação – CTA, formada por profissionais de fora da cidade e que não tenham vínculo cultural com Rio do Sul, com formação, atuação profissional e/ou conhecimento técnico comprovado nas áreas do prêmio, também selecionados via edital público. A divulgação do resultado final com as listas de contemplados será em 28 de novembro.


LEI PAULO GUSTAVO - RIO DO SUL: MAIS DE R$ 600 MIL:


Em seu texto original, a lei prevê o repasse aos municípios brasileiros de R$ 3,8 bilhões. Rio do Sul foi contemplado com pouco mais de R$ 600 mil, divididos em categorias: cerca de 70% – R$ 438.500,00 – para iniciativas de audiovisual, e cerca de 30% – R$ 173.000,00 – para demais áreas culturais.


A Lei Paulo Gustavo “dispõe sobre apoio financeiro da União aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios, para garantir ações emergenciais direcionadas ao setor cultural”. Os recursos foram repassados pelo Governo Federal e são oriundos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e do Fundo Nacional de Cultura (FNC). É, ainda, uma homenagem a Paulo Gustavo, artista símbolo da categoria, vitimado em maio de 2021 pela Covid-19.


AUDIOVISUAL


DEMAIS ÁREAS CULTURAIS

bottom of page