Exposição Fotográfica Schützenverein retrata a história dos Clubes de Caça e Tiro

Mostra de projeto do Prêmio Nodgi Pellizzetti está aberta na Fundação Cultural com transcrição em braile



Mostra de projeto do Prêmio Nodgi Pellizzetti está aberta na Fundação Cultural com transcrição em braile
Mostra de projeto do Prêmio Nodgi Pellizzetti está aberta na Fundação Cultural com transcrição em braile

A Exposição Fotográfica Schützenverein - Clubes de Caça e Tiro de Rio do Sul - 115 anos de história, memória e identidade cultural foi contemplada como projeto no Prêmio Nodgi Pellizzetti 2020. A mostra está aberta na Fundação Cultural, com disponibilidade de agendamento para escolas da cidade e para as palestras que serão realizadas na Galeria de Artes Arno Georg.


A finalidade do projeto é oferecer aos estudantes e comunidade conhecimento sobre a história, tradições culturais e a importância dos clubes de Caça e Tiro para a vida cultural de Rio do Sul. As palestras vão ser ministradas pelos historiadores Rodrigo Färber e Jonas Felácio Júnior.


Um dos principais diferenciais do projeto é a inclusão, pois uma das integrantes da equipe é a pedagoga Tayla Kuhnen, que é deficiente visual. As legendas das 60 fotos da exposição foram feitas em braile por Tayla.


As palestras seguirão os protocolos de saúde, com distanciamento social e utilização de máscara e álcool em gel. Por esse motivo foi escolhido o amplo espaço da Galeria de Artes da Fundação Cultural, para conseguir cumprir efetivamente as regras sanitárias vigentes. Em decorrência da pandemia, as palestras serão realizadas com agendamento, visando evitar aglomerações.


No início do ano letivo, o proponente do projeto Rodrigo Färber, já visitou várias escolas de Rio do Sul, que agora podem fazer o agendamento através do e-mail rodrigofarber@gmail.com ou através do telefone/WhatsApp: (47) 9 8887-9940.


Tiago Amado

Equipe de Comunicação

Fundação Cultural de Rio do Sul

(47) 3521 7702 / 98806 6114