Edição 2021 do Prêmio Nodgi Pellizzetti de Incentivo à Cultura tem 48 projetos habilitados

Próxima etapa é a avaliação de mérito realizada pela Comissão de Avaliação e Seleção - CAS





Lançada no final de agosto, a edição 2021 do Prêmio Nodgi Pellizzetti de Incentivo à Cultura já tem a relação de projetos habilitados. Dos 55 inscritos, 48 cumpriram as exigências do edital 008/2021. Conforme o cronograma, a partir desta sexta-feira, dia 29, inicia o processo de avaliação de mérito pela Comissão de Avaliação e Seleção – CAS. Os avaliadores foram selecionados também via edital público.


O valor destinado ao Prêmio neste ano é de R$ 462.421,66, viabilizando com patrocínio 33 projetos que promovam a cultura, a arte, a história e a identidade local. Os contemplados receberão valores entre R$ 7,7 mil e R$ 30 mil, facilitando para a comunidade o acesso a shows, espetáculos, mostras, oficinas, minicursos, documentários, livros, CDs, EPs, videoclipes e outras ações.


Os projetos são desenvolvidos nas áreas que abrangem a diversidade da cultura local: Artes Visuais, Design e Moda (06 habilitados); Audiovisual e Comunicação em Cultura (04 habilitados); Artes Cênicas (04 habilitados); Música (09 habilitados); Livro, Leitura e Literatura (12 habilitados); Patrimônio Material e Memória (02 habilitados); Patrimônio Imaterial e Identidade (07 habilitados); e Formação em Cultura, Intercâmbio e Residências (04 habilitados).


O resultado final com a relação dos contemplados será divulgado no dia 18 de novembro. A assinatura dos contratos está marcada para o dia 30, e o pagamento vai ocorrer até o dia 17 de dezembro.


O prêmio está previsto em lei e faz parte do Sistema Municipal de Cultura de Rio do Sul (SMC). O decreto anual que define o valor do prêmio segue a Lei Complementar 281/2014.


Mais informações: https://www.smcriodosul.com.br/premio-2021-documentacao


Jari Silva

Equipe de Comunicação

Fundação Cultural de Rio do Sul

(47) 3521 7702